Manter uma rotina de manutenção do seu carro é, antes de mais nada, um cuidado com a sua segurança e com a de todos os passageiros. É de suma importância se certificar de que todos os itens que compõem o veículo estão em perfeitas condições. E um dos principais componentes que devemos verificar com frequência são os pneus que precisam ser cuidados corretamente para terem uma vida útil prolongada, evitando acidentes, além de garantir uma economia tanto de combustível quanto em eventuais gastos com manutenções, multas e infrações na Carteira.

Mas agora você deve estar se perguntando: como posso identificar a hora certa de trocar o pneu?

Selecionamos algumas dicas que são mão na roda. 

Você pode adotar como principal indicativo o TWI (Tread Wear Indicator). Todo pneu tem esse indicador que é representado por um triângulo de 1,6mm de profundidade, localizado próximo à junção entre a lateral e o ombro do pneu. O TWI serve de referência para verificar se seu pneu está gasto. Ou seja, troque imediatamente os pneus quando a banda de rodagem atingir esse indicador.

Há também outros sinais físicos que merecem sua atenção e indicam a troca mesmo que o pneu ainda não esteja gasto:

  • A presença de bolhas ou cortes nos costados (laterais), recomendamos a troca do pneu imediatamente;
  • Vazamentos de ar, que pode ser furo no pneu ou rodas danificadas, cuja substituição se faz necessária; 
  • Rachaduras no costado (lateral) do pneu.

Pneus desgastados comprometem imensamente a dirigibilidade e AUMENTAM a distância de frenagem. Por isso, siga nossas dicas, mantenha os cuidados e garanta ir sempre mais longe.